Fadiga de decisão

Tomar decisões é como usar os músculos, ficamos cansados! Se os músculos de decisão estiverem exaustos, é mais fácil cometer erros. Como minimizar isso?

Uma atitude interessante é automatizar certos aspectos da vida. Ter uma estrutura para tomar decisões, para que o tempo de deliberação seja reduzido ou até mesmo eliminado. Não é necessário perder tempo e capacidade cognitiva nas decisões diárias (o que comer, se se exercitar, a que horas dormir) quando isso foi estabelecido. Quando há menos menos opções, já que muitas delas já foram feitas, não ficamos paralisadas. Há espaço para ajustes para, claro, nem todo dia conseguimos cumprir as coisas como gostaríamos, mas ter as coisas importantes de estilo de vida coberta e pré definidas pode nos poupar.

REGRAS

Para cada decisão que tomamos sobre saúde, sono, treino, alimentação, temos uma referência do ideal. Algumas decisões que podem ser pré tomadas, levando em consideração essas regras do DNA humano. As regras ajudam porque eliminam a tomada de decisão. Regras como comer poucos carboidratos, eliminar todo o açúcar refinado, parar de comer fast food e refrigerante ou comer proteína em toda refeição são eficazes para a perda de peso, não só porque melhoram sua saúde metabólica, mas porque automatizam a dieta.

AUTOMAÇÃO

Decidir qual cor de meia usar pela manhã quando você está apressado e tem um dia inteiro de decisões importantes pela frente é uma perda de tempo. Muitas pessoas bem-sucedidas usam o mesmo tipo de roupa todos os dias para eliminar a tomada de decisão desnecessária. Steve Jobs e suas golas rolê pretas. Barack Obama e seu(s) terno(s). Camiseta e moletom com capuz de Mark Zuckerberg. Que tal automatizar partes da sua vida. Como:

Café da manhã: Saiba o que você vai comer no café da manhã todas as manhãs. Melhor ainda, coma a mesma coisa todos os dias. Ou não coma nada; isso também funciona.

Vestuário: Planeje o que você vai usar na noite anterior.

Rotina matinal: Um benefício poderoso para as rotinas matinais é a capacidade delas de agilizar o seu dia. Em vez de estressar logo pela manhã, tomar decisões (muitas vezes precipitadamente) e usar uma tonelada de sua capacidade de decisão, que tal começar o dia com uma rotina pré estabelecida, fazendo sempre a mesma coisa.

PLANEJAMENTO

Decidir o que cozinhar é uma coisa bem chata, então não espere até o final do dia para ir ao supermercado e improvisar. Todos os domingos (ou qualquer dia que você considere ser o início da semana), descubra o que você auer comer e quando. Decida tudo de uma vez, então é uma decisão em vez de muitas.

DIMINUA AS OPÇÕES

Desperdiçamos muito tempo eliminando escolhas que nunca consideraríamos em primeiro lugar. Uma das piores experiências é matar o tempo tentando decidir onde sair para comer. Você entra no Google, usa um termo de pesquisa como “comida” ou “restaurante”, digita seu CEP e obtém vários resultados – nenhum deles satisfatório. Você gasta pontos de decisão desnecessários, reduzindo os resultados a algo que realmente quer comer. Em vez disso, por exemplo, descubra qual cozinha você quer antes de pesquisar.

REMOVA SUA OPÇÃO DE ESCOLHA

Se você quer treinar com mais frequência, mas tem problemas em decidir fazê-lo, contrate um treinador ou arrume um amigo de treino. Quando você tem uma responsabilidade para com outra pessoa, ou seu dinheiro suado está em jogo, você será obrigado a participar e a decisão a ser tomada será ma só.

JOGUE UMA MOEDA

Sabe aquelas decisões agonizantes que no fundo nem importam, como comprar carne ou frango para o jantar hoje à noite? Aquelas decisões em que você admite que qualquer uma das escolhas seria perfeitamente adequada, mas ainda não consegue puxar o gatilho? Quando você se encontrar nessa situação, basta jogue uma moeda. Literalmente: tire uma moeda, atribua valores e jogue-a.

DEIXE IR

A escolha perfeita não existe. A ideia de que ele existe é inimiga de se aproximar da perfeição. Bom é bom o suficiente.

Evitar a fadiga da decisão e a paralisia da decisão não são apenas importantes para fazer melhores escolhas, ser mais produtivo e “vencer” na vida. Eles também são cruciais para simplesmente ser feliz, reduzir o estresse e remover a desordem mental. Uma das facas de dois gumes mais afiadas de ser humano é a nossa capacidade de pensar em pensar, analisar e analisar demais, pesar os prós e contras e ser sobrecarregado por eles. Se pudermos evitar a fadiga eliminando qualquer tomada de decisão e análise por meio de planejamento, rotina, automação e talvez até mesmo renunciando a um pouco de controle, com certeza tornamos nosso dia a dia mais harmonioso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.